Quem casa quer casa?

Ao encontrar alguém especial, morar junto ou se casar passa a ser um dos primeiros sonhos que casal deseja se tornar realidade. Isso porque, viver uma vida a dois significa mais do que demonstração de amor, também tem a ver com parceria e comprometimento. E, para que isso seja possível, realizar o sonho da casa própria é fundamental para dar início à essa nova fase da melhor maneira possível.

Todavia, antes de fechar um negócio e comprar um imóvel, é necessário considerar alguns itens essenciais a fim de ter todas as necessidades atendidas. Você já deve ter ouvido a expressão “quem casa quer casa”, e é exatamente sobre isso que vamos falar.

Adquirir um imóvel vai além de apenas realizar uma compra, é também um investimento. Talvez, seja mais viável adquirir um imóvel novo, por exemplo, porque as chances de precisar de uma reforma é bem menor. Ou, talvez, uma residência usada e que precise de alguns retoques em determinados cômodos pode atender melhor as suas necessidades e, quem sabe, valoriza-la no mercado.

Além disso, existem ainda outros cuidados para serem tomados, principalmente, no que diz respeito à sua vida financeira:

 

Organize sua vida financeira

Colocar a sua vida financeira em ordem é primeiro passo para se ter noção do orçamento disponível para ser investindo na aquisição do seu imóvel. É preciso fazer uma estimativa de quanto será preciso comprometer na sua renda.

 

Defina o tipo do imóvel

É muito importante definir o tipo de imóvel pois ele precisa se adequar às necessidades do casal. Dessa forma, é possível fazer uma estimativa de preços começar a se planejar para comprá-lo. Quanto à localização, por exemplo, é importante se atentar a segurança do bairro e a proximidade de serviços básicos, como transporte público e comércio local. Talvez área de lazer ou academia não sejam apenas conforto e sim uma necessidade. Existem diversos fatores que deverão pesar em sua decisão, afinal, adquirir o primeiro lar é uma grande responsabilidade e é necessário se planejar, considerando todas as possibilidades.

 

Saiba se será necessário ou não fazer um financiamento

Caso seja necessário optar por um financiamento imobiliário para a compra de seu primeiro imóvel, é importante analisar a respeito das instituições financeiras que estão ao seu dispor. Felizmente existem alguns facilitadores nesse processo, como por exemplo a possibilidade de usar o FGTS para dar entrada, pagar algumas prestações, amortizar a dívida ou quita-la. Ou, talvez, o financiamento imobiliário seja a melhor opção para você.

 

Existem alguns tipos de financiamento imobiliário:

 

Carta de Crédito FGTS – Em Volta Redonda, o limite do FGTS usado é de R$230.000,00 e em Barra Mansa de R$180.000,00. O saldo pode ser usado para compra, amortização ou abatimento do saldo devedor. Caso necessário, ele também pode ser resgatado em seu valor total ou parcial. Para utilizá-lo, é preciso totalizar no mínimo três anos de trabalho registrados na carteira de trabalho (CLT), a contar da data de sua contratação como empregado. Existem, no entanto, algumas restrições para o uso do FGTS para o financiamento imobiliário:

·         O solicitante não pode estar com outro financiamento em aberto;

·         O solicitante não pode ser proprietário de um imóvel residencial no município, nem em sua região próxima, onde pretende comprar uma nova residência;

·         O solicitante deve, necessariamente, trabalhar ou morar no município em que fica o imóvel que pretende comprar, ou no município próximo.

 

Minha Casa Minha Vida

O Programa Minha Casa, Minha Vida fornece e/ou facilita a compra de imóveis próprio para famílias com renda até R$ 7.000,00. Os recursos do MCMV vêm do orçamento do Ministério das Cidades, que é repassados para a Caixa Econômica Federal.

Depois de ter tomado todos os cuidados e escolhido a melhor forma de financiamento, busque um corretor de imóveis. Ele conhece o mercado e entende quais são os passos que devem ser tomados nesse momento. Assim, você terá total segurança e garantia de que tudo será feito corretamente. Além disso, como o consultor de negócios imobiliários entende do assunto, as chances de conseguir fechar um bom negócio são muito maiores. Dessa forma, você economiza o dinheiro e pode investi-lo em alguma outra coisa, seja na reforma ou dando uma entrada maior no valor do imóvel, ou guardando para eventuais despesas que sempre acontece na vida a dois.